FICE – Raphael Abreu

Nos últimos dias 5 e 6 aconteceu o FICE – Festival Ibero-Americano de Criatividade e Estratégia – no Centro de Convenções SulAmérica, na cidade do Rio de Janeiro. A Design Magazine Brasil foi aos dois dias do evento para assistir as palestras e trazer para vocês um resumo do que achamos mais relevante e interessante de cada dia do evento.

No primeiro dia, o que mais nos chamou a atenção foi a palestra do Raphael Abreu, formado pela ESDI, já liderou a equipe gráfica da Tátil Design de Ideias e atualmente é Senior Design Manager na Coca-Cola, responsável pelo centro latino-americano.

Durante a primeira parte de sua apresentação, ele falou sobre os processos de projeto de design e soluções de alguns trabalhos feitos na Coca-Cola. Como exemplo, observamos o atual projeto das geladeiras da marca destinadas aos estabelecimentos de venda. O projeto consiste na substituição de toda a produção de uma geladeira com uma nova personalização pela opção de criar peças externas que poderiam ser encaixadas nas geladeiras já distribuídas, o que reduz os custos e aumenta a praticidade. Outra iniciativa interessante foi a criação de um sistema online chamado de “Design Machine”, cuja função é a possibilidade de que os próprios comerciantes criem banners personalizados da Coca-Cola para seus estabelecimentos, baseados no padrão visual estabelecido pelos designers da empresa. Conclui-se que as soluções feitas não eram a criação ou o aperfeiçoamento das coisas em si, mas sim os sistemas de design desenvolvidos por trás delas.

Na segunda parte da apresentação, o designer falou sobre o processo de criação e seleção da identidade oficial dos jogos olímpicos de 2016, que ocorrerão no Rio de Janeiro. Comentou desde o símbolo até a tipografia e como foi feita a combinação dos elementos. Raphael também mencionou todos os esforços realizados durante o processo de criação das peças para que tudo fosse mantido em segredo, até o lançamento oficial. Tais esforços eram válidos, inclusive, dentro da própria Tátil, onde havia uma sala especial que só podia ser aberta por uma fechadura com leitor biométrico!

Outros profissionais também palestraram nesse dia, mas esse foi o que achamos mais interessante para comentarmos. Semana que vem falaremos sobre o que mais gostamos do segundo dia. Até lá.