Design Gráfico - 06/12/2013

Canva torna designers obsoletos?

Photoshop e Illustrator não são ferramentas muito fáceis de dominar. Um neófito pode ficar facilmente confuso com a interface cheia de botões, janelas e menus. E a cada nova versão, mais coisas são adicionadas.

Foi pensando nisso que Melanie Perkins e Cliff Obrecht decidiram fazer um empréstimo para fundar uma empresa que iria desenvolver uma ferramenta online para criar os “yearbooks” americanos, chamada Fusion Books.

Em pouco tempo, o sucesso da empresa foi tão grande que mudaram o rumo para a nova startup australiana Canva, uma ferramenta online de design gráfico que permite a qualquer um criar designs profissionais (de acordo com eles, claro).

Com Canva, qualquer um pode criar design de graça. Com uma biblioteca de imagens stock vasta de elementos gratuitos e outros pagos (custando um dólar por elemento), o usuário também pode fazer o upload de seu próprio conteúdo.

De acordo com o site, qualquer um pode criar designs rápidos, além de colaborar diretamente com clientes ou outros colegas sem a necessidade de só uma pessoa ficar encarregada de fazer as alterações. A ferramenta é fácil (boa parte é o velho “arraste e solte”) e existem templates pré-feitos para você utilizar em seus projetos.

O Canva é uma boa ferramenta, ótima para criar protótipos rápidos e até mesmo projetos simples. Mas será que ela vai “destruir a profissão do design gráfico”, popularizando a profissão e colocando o valor de nossos trabalhos por água abaixo?

Não.

É mania de designer achar que qualquer ferramenta que surja com objetivo de simplificar nossa vida necessariamente vai nos tornar obsoletos. Claro que se você se chama designer mas não sabe nada mais da profissão além de usar software, seu trabalho estará fadado a desaparecer – para o alívio de quem realmente estudou design.

Temos que ter cuidado e lembrar que não é a ferramenta que faz o design. O Canva é um aplicativo legal que serve para alguns poucos propósitos, mas nenhuma empresa decente vai depender dela para fazer toda sua comunicação visual! Do mesmo jeito que baixar um software de música não faz de alguém um músico digno de ganhar um Grammy ou a carteira de motorista fazer de alguém um piloto de Fórmula 1, o Canva está aí para ser mais uma ferramenta entre as milhares existentes.

Uma ferramenta legal, sim. Ele é intuitivo e fácil de usar, perfeito para indicar àquele amigo chato que fala “Já que você é design (sic), você bem que poderia fazer a capa do meu Facebook né?”. Mas ele está longe de acabar com a existência dos designers.